Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

FAPERGS lança editais com investimento de R$ 21 milhões

Publicação:

Odir fazendo a apresentação de editais no Palácio Piratini
Odir Dellagostin no lançamento de editais da FAPERGS no Palácio Piratini

A comunidade científica prestigiou o lançamento de editais que poderão contemplar todas as regiões do Estado

Para incentivar a pesquisa científica e promover a inovação tecnológica, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (FAPERGS), vinculada à Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia (SICT), lançou nesta segunda-feira (27), no Palácio Piratini, os seguintes editais: Programa Pesquisador Gaúcho (PqG), Cooperação FAPERGS/FAPESP, Programa Doutor Empreendedor (PDEmp) e Programa Centelha, totalizando um investimento de R$ 21 milhões.

O diretor-presidente da FAPERGS, Odir Antônio Dellagostin abriu a solenidade destacando o slogan da FAPERGS “O futuro se faz com pesquisa”, com pesquisa nós geramos conhecimento e com conhecimento promovemos o desenvolvimento tecnológico. É desta forma que vamos trazer benefícios econômicos, sociais e ambientais para a sociedade”, conclui ele.  Na sequência, Odir apresentou quatro editais que contemplam a pesquisa científica em todas as áreas do conhecimento, o empreendedorismo e a inovação tecnológica.

O representante da Financiadora de Inovação e Pesquisa - FINEP, Marcelo Nicolas Camargo, manifestou a importância de aumentarmos a produtividade em ciência, tecnologia e inovação. “Apesar dos contingenciamentos, precisamos fazer com que as pesquisas básicas se tornem pesquisas aplicadas e que estas cheguem ao mercado”, salientou ele. “Na realidade, quando a gente incentiva a inovação a gente combate a desigualdade social”, disse Camargo.

O secretário da SICT, Luís da Cunha Lamb, destacou os países que basearam a sua economia no conhecimento, e que esta gestão do governo entende a importância das universidades e da pesquisa para o desenvolvimento do Estado. “Nós pesquisadores temos que ter em mente que precisamos traduzir aquilo que produzimos para que a sociedade conheça o que a pesquisa pode trazer de benefícios”, falou Lamb. Ele também mencionou as conquistas da pesquisa científica no RS como: a produção de cultivares de aveia desenvolvidas por pesquisadores da agronomia da UFRGS, as diretrizes mundiais para ao aleitamento materno desenvolvidas por pesquisadores da UFPel e o Centro de Informática da UFRGS.

O governador Eduardo Leite enfatizou que há um grande comprometimento com a pesquisa e com a inovação e que elas são estratégicas para esta gestão. “A necessidade da reestruturação do Estado exige encaminhar soluções estruturantes para que possamos investir de forma mais expressiva em pesquisa, ciência, inovação e tecnologia. Tudo isto é fundamental para que o RS assuma a seu papel de vanguarda na pesquisa, como muito bem exemplificado pelo diretor Odir Dellagostin, este é o caminho que vamos perseguir”, reforçou o governador.

 

Confira sobre os Editais

Programa Pesquisador Gaúcho (PqG)

O edital Programa Pesquisador Gaúcho (PqG) é destinado a todas as áreas de conhecimento, com um investimento de R$ 10 milhões visando atender até 300 projetos.

 Cooperação FAPERGS/FAPESP

 A cooperação FAPERGS/FAPESP visa o apoio a projetos que envolvem a participação de equipes de SP e do RS. As equipes de cada estado serão apoiadas pela respectiva FAP. O edital prevê o aporte de até R$ 2 milhões por parte da FAPERGS e até R$ 4 milhões por parte da FAPESP. Haverá alinhamento dos projetos às tecnologias portadoras de futuro identificadas como prioritárias para o estado do RS.

 Programa Doutor Empreendedor (PDEmp)

O Programa Doutor Empreendedor (PDEmp) é uma ação inovadora da FAPERGS, a qual visa a transformação de conhecimento, gerado nas ICTs, em valor para a sociedade. O edital PDEmp contará com a parceria do CNPq e do SEBRAE/RS. O valor global do edital será de R$ 3,39 milhões. Através deste edital serão apoiadas 20 propostas de criação, por doutores, de empresas de base tecnológica.

 Programa Centelha

O Centelha é um programa do governo federal, implementado através de parceria com a FINEP/FAPERGS e visa o apoio à criação de startups de base tecnológica. Os parceiros estaduais deste programa são: BADESUL, SEBRAE/RS e REGINP. O Centelha conta com o aporte de R$ 1,1 milhão da FINEP e de R$ 735 mil da FAPERGS. Este recurso possibilitará o apoio de até 50 startups.

Serviço

Programa Pesquisador Gaúcho (PqG)

A quem se destina: pesquisadores de todas as áreas do conhecimento

Investimento: R$ 10 milhões

Objetivo: incentivar a pesquisa científica

Projetos atendidos: até 300 projetos

Período de execução: 36 meses

Submissão de propostas: de 28/05 a 12/07 pelo SigFapergs http://sig.fapergs.rs.gov.br/

 Cooperação FAPERGS/FAPESP

A quem se destina: equipes de pesquisadores do RS e de SP

Investimento: R$ 6 milhões

Objetivo: apoiar projetos voltados para tecnologias portadoras de futuro

Projetos atendidos: projetos alinhados com as linhas prioritárias para o desenvolvimento do estado do RS.

Período de execução: 24 meses

Submissão de propostas: de 28/05 a 15/07 pelo SigFapergs http://sig.fapergs.rs.gov.br/

 

Programa Doutor Empreendedor (PDEmp)

A quem se destina: pesquisadores doutores

Investimento: R$ 3,39 milhões

Objetivo: transformar o conhecimento em valor para a sociedade

Criação de empresas: até 20 empresas de base tecnológica

Período de execução: 24 meses

Submissão de propostas: de 28/06 a 16/08 pelo sigFapergs http://sig.fapergs.rs.gov.br/

Programa Centelha

A quem se destina: empreendedores inovadores

Investimento: R$ 1,84 milhão

Objetivo: promover a criação de startups de base tecnológica

Startups atendidas: até 50 startups de base tecnológica

Período de execução: 12 meses

Submissão de propostas: de 03/06 a 18/07 pelo Sistema Centelha http://rs.programacentelha.com.br

 

Conteúdos relacionados

FAPERGS - Fundação de Amparo à pesquisa do Estado do RS